Iniciando um Projeto Delphi com Git

delphi_git_capa

Voltei, demorei mas voltei! E o primeiro post que gostaria de compartilhar com vocês é sobre como iniciar um projeto Delphi usando o controlador de versão Git. Se você não possui nenhum tipo de controle de versão em seus projetos, recomendo fortemente que pare agora e adote um! Por muito tempo, controlei as versões dos meus projetos na base do Ctrl+C e Ctrl+V na pasta do projeto e renomeando para, por exemplo, “Projeto_20160119” onde, 20160119 é o ano, mês e dia, um serviço totalmente amador e total sujeito à falhas e perdas de código, foi aí que conheci o Git e não consigo mais viver sem. Ele parece um bicho de sete-cabeças no começo, mas logo você pega o jeito do básico e se apaixona, confesso que tenho muito o que aprender e apanho direto dele, mas não tenho como ficar sem, ferramenta essencial!

Continuar lendo

Retornando…

FENIX

Olá, tudo bem?

Faz quase dois anos que não escrevo por aqui e estou à algum tempo ensaiando retornar com o blog, principalmente agora que voltei a trabalhar com Delphi. Acho que será legal compartilhar algumas dicas sobre a linguagem, até porque o principal intuito do blog é registrar publicamente dicas e tutoriais para que possam ser útil para alguém, ou até mesmo para mim no futuro.

Então é isso, espero que em breve tenham novos conteúdos por aqui.

Abraço.

 

Como habilitar a compressão GZIP no servidor Apache 2

gzip

Há algum tempo que venho estudando sobre otimização de sites e em vários artigos que li falam sobre que habilitar o gzip no servidor é primeiro passo de todos, aliás, falam inclusive que senão foi feito ainda, você deve fazê-lo agora, pois ele comprime todo conteúdo textual (HTML, CSS, JS e etc) antes de ser enviado para o cliente, reduzindo muito o tráfego total do site.

Continuar lendo

Que tal um site que dá dicas de como perder peso (no browser)?

supermanTudo que é bom, merece ser compartilhado! E este projeto, com certeza, merece! Idealizado pelo desenvolvedor Zeno Rocha e com a colaboração de vários outros desenvolvedores “de peso”, o Como perder peso (no browser) é um do projeto cujo a ideia é simples, criar um guia de forma prática e divertida de como melhorar a performance do seu projeto front-end.

Vale muito a pena a visita, recomendo!

Para quem gosta de videogames, eu lhe apresento o Videogames com Cerveja!

Se tem algo que sempre curti desde criança, é videogame! Eu nunca fui um ótimo jogador, mas desde que me conheço por gente, o videogame esteve presente em minha vida! Entretanto, para minha felicidade, minha infância foi muito mais aproveitada longe dele, pois eu vivia mais na rua do que em casa! Mas quando a brincadeira era dentro de casa, era ao videogame quem eu recorria!

Continuar lendo

Combo aninhado em Struts 1.x com jQuery Ajax

Combos aninhados, também conhecido como combos dinâmicos, são (pelo menos) dois combos boxes onde os valores do segundo combo dependem do valor do primeiro combo. Por exemplo, imaginem um cadastro de cidade com a seguinte estrutura de banco de dados:

combo_aninhado

Onde, ao cadastrar uma cidade, deve-se selecionar o país e o estado desejado antes de inserir o nome da cidade. Sendo que, ao selecionar o país (primeiro combo), a lista de estados (segundo combo) deve ser atualizada de acordo com o país selecionado, para só então preencher o nome da cidade desejado. Mas como fazer isso de uma forma simples e elegante (tá, talvez não seja a melhor forma! rs) usando Struts 1.x e jQuery?

Continuar lendo

Os números de 2012

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2012 deste blog.

Aqui está um resumo:

600 pessoas chegaram ao topo do Monte Everest em 2012. Este blog tem cerca de 3.300 visualizações em 2012. Se cada pessoa que chegou ao topo do Monte Everest visitasse este blog, levaria 6 anos para ter este tanto de visitação.

Clique aqui para ver o relatório completo

Desabilitando a validação de arquivos JavaScript no Eclipse

logo-800x188

Como tudo mundo sabe, o Eclipse é uma poderosa ferramenta de trabalho e nos auxilia em vários aspectos. E um desses aspectos é a validação do seu código-fonte. Só que as vezes, essa validação não se faz necessária para certos arquivos, principalmente de terceiros cujo o fonte não faz parte do seu escopo de trabalho, por exemplo, os arquivos de JavaScript jQuery. A dica a seguir faz com que o Eclipse simplesmente ignore a validação dos arquivos de sua escolha e não fique aparecendo aquele “xis” vermelho no seu projeto.

Continuar lendo